Asteroide Oumuamua poderá ser uma nave alienígena, dizem os Astrofísicos

Estaremos a ser vigiados por extraterrestres? Poderá parecer descabido, mas há uma suspeita, agora levantada por astrofísicos que o objeto interestelar Oumuamua, apelidado de “Mensageiro das Estrelas” possa ser, afinal, uma sonda enviada intencionalmente por uma civilização alienígena. O Oumuamua tem confundido os cientistas desde que os astrónomos a viram pela primeira vez em 2017.

Cientistas de Harvard levantam agora a hipótese do estranho objeto fazer parte de uma missão de pesquisa extraterrestre.

Asteroide Oumuamua

Oumuamu, o Mensageiro das Estrelas

É provável que seja um asteroide do tamanho de um arranha-céus, vindo outra parte da galáxia, mas e se for realmente “uma sonda totalmente operacional enviada intencionalmente à vizinhança da Terra por uma civilização alienígena”?

Esta é a explicação mais “exótica” fornecida num artigo a ser publicado no The Astrophysical Journal Letters, escrito por investigadores do Harvard Smithsonian Center for Astrophysics.

Foi no dia 19 de outubro de 2017 que o Panoramic Survey Telescope and Rapid Response System-1 (Pan-STARRS-1), no Havai, deu a conhecer a primeira deteção de um asteroide interestelar. Foi batizado de Oumuamua e até hoje este objeto espacial tem causado uma grande discussão entre a comunidade científica.

O asteroide Oumuamua é interessante por várias razões. Em primeiro lugar, é o primeiro asteroide interestelar do seu género já visto pelos seres humanos. Em segundo lugar, é uma forma estranha, sendo plana e alongada. Em terceiro lugar, e talvez o mais importante, ele move-se de forma estranha.

 

Asteroide sem um comportamento de… asteroide

De acordo com o artigo, ele mostra “desvios de uma órbita de Kepler numa alta significância estatística”. Resumindo: ele não se move como um cometa ou um asteroide normal.

O artigo tenta explicar este movimento estranho e surge com vários cenários possíveis. O primeiro: pressão de radiação solar. Mas então ainda fica mais estranho!

Se a pressão de radiação é a força aceleradora, então o ‘Oumuamua’ representa uma nova classe de material interestelar fino, seja produzido naturalmente, através de um processo ainda desconhecido no ISM ou em discos proto-planetários, ou de um artificial origem.

Refere o artigo.

 

Origem Artificial

O artigo prossegue para explorar a ideia de que o Oumuamua poderia ser uma parte danificada de uma sonda alienígena. Que poderia ser um “lightsail, flutuando no espaço interestelar” não muito diferente do tipo que está a ser construído na Terra como parte da Iniciativa Starshot.

Mas aqui está a melhor parte: “Alternativamente, um cenário mais exótico é que o Oumuamua pode ser uma sonda totalmente operacional enviada intencionalmente à vizinhança terrestre por uma civilização alienígena”.

É tarde demais para confirmar essa teoria com foguetes químicos ou telescópios, conclui o artigo. A nossa única esperança em provar ou refutar as origens alienígenas potenciais de Oumuamua é encontrar outro objeto similar, a flutuar no espaço.

O asteroide Oumuamua está a afastar-se do Sol a uma velocidade aproximada de 112 mil quilómetros por hora, vai em direção à parte externa do Sistema Solar. Dentro de quatro anos, passará a órbita de Neptuno a caminho do espaço interestelar.

Fonte: pplware
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: