Qual a diferença entre um Proxy e uma VPN?

Com a falhas de segurança que existem nos mais diversos serviços digitais, os termos (soluções) Proxy e VPN têm ganho uma maior importância. Na prática, tanto na utilização de um Proxy ou estabelecimento de uma VPN, o utilizador tem de se ligar a uma máquina remota.

Então qual a diferença entre as soluções?

O que é um Proxy?

Um Proxy funciona com um estilo de intermediário entre a nossa máquina e a Internet. Uma máquina que se ligue através de um servidor Proxy à Internet , “obedece” às regras definidas por este e todos os pedidos (ex. páginas web, ficheiros, etc) são também feitos pelo Proxy (e não diretamente pela máquina de origem) que posteriormente os devolve ao cliente.

Por exemplo, se a máquina 192.168.10.1 quer aceder ao site do Pplware, essa máquina faz o pedido ao Proxy e o Proxy é que faz o pedido ao servidor onde o site está alojado. Depois o Proxy devolve a informação ao cliente que a solicitou.

Estando o cliente ligado à Internet através de um Proxy, o endereço IP do cliente também não passa para além do Proxy, já que, como referido, o pedido do cliente é feito exclusivamente pelo Proxy. Outra característica é que normalmente as comunicações entre o cliente e o Proxy não são cifradas, assim como a comunicação do Proxy com os servidores da Internet. Há vários tipos de servidores Proxy .

 

O que é uma VPN?

Uma VPN é:

  • Virtual– informação para uma rede privada é transportada “em cima” de uma rede
  • Privada– A comunicação é cifrada, de forma a manter a confidencialidade dos dados ponto a ponto.

Quando um utilizador estabelece uma ligação VPN é criado um canal de comunicação seguro, usando técnicas de criptografia e autenticação, permitindo assim a troca confiável de dados sobre redes públicas (por exemplo um vendedor estando ligado à Internet, pode estabelecer uma VPN para a empresa e assim aceder ao sistema interno sistema de stocks/encomendas, como se estivesse fisicamente ligado a rede local da empresa, para consultar ou registar algum tipo de informação de uma forma segura).

Outro exemplo da utilização de VPN é o caso de querermos aceder a serviços/equipamentos que apenas estão disponíveis internamente nossa casa. Para isso podemos, por exemplo, configurar um RPI ou uma máquina para ser um servidor VPN.

 

Em conclusão…

Os proxies são uma boa solução para omitir a nossa identidade em tarefas simples (ex. aceder a serviços bloqueados com outra identidade (a identidade do proxy). No entanto, para garantir a máxima privacidade nas comunicações, a melhor solução é sem dúvida usar uma VPN uma vez que são usadas técnicas de criptografia e autenticação.

Fonte: pplware

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: