Já é possível produzir sangue artificial em escala industrial

Os médicos têm há largas décadas um sonho: ter sangue artificial em quantidade sempre à mão, contudo, a realidade tem sido outra e há cada vez mais apelos às dádivas para manter as reservas de sangue. Em 2015 já era notícia a esperança que em 2017 os glóbulos vermelhos produzidos em laboratório pudessem ser aplicados em transfusões em humanos.

Afinal não era só um sonho!

Depois de ser avistada a luz ao fundo do túnel e a ideia de sangue artificial parecer plausível, os investigadores não pararam de aprofundar conhecimentos e afinar técnicas. Se é um facto que já se conseguem produzir glóbulos vermelhos em laboratório, através do estímulo das células estaminais, o resultado, na melhor das hipóteses, é de um pequeno número apenas.

Agora, os cientistas britânicos da Universidade de Bristol parece terem conseguido encontrar a solução: desenvolveram um procedimento que pode, eficazmente, produzir um número ilimitado de glóbulos vermelhos.

A técnica é criar glóbulos prematuros “imortalizados” que podem ser cultivados tanto quanto for desejado, tornando a produção em massa uma realidade. Contudo, agora o maior desafio é traduzir esta técnica para a produção comercial.

Os cientistas conseguiram já criar alguns litros de sangue em laboratório mas, mesmo assim, ainda há uma enorme diferença entre criar este tipo de volume e criar quantidades para as necessidades de um hospital.

Pese o facto do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido ter planos para testar já este ano o sangue artificial, a verdade é que a nova técnica ainda não está desenvolvida.

Mesmo que o novo método estivesse pronto para o mundo real, a verdade é que qualquer produção em massa, provavelmente, teria uma concentração num tipo de sangue raro, onde as dádivas e os dadores são igualmente raros.

Esta nova técnica, mesmo com este esforço limitado, poderá fazer uma enorme diferença, a tal linha que decide quem vive ou morre porque não há o sangue necessário. A necessidade de sangue, de dadores é constante e muito mais premente é o sangue raro.

Via: Engadget

 

Saiba onde pode dar sangue aqui.

Fonte: pplware

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: