Google surpreendeu todos e lançou a primeira versão do Android O

Android ODo que se pode ver dos últimos tempos, a Google tem estado particularmente ativa com o Android. Foi ontem que saiu a segunda versão de testes do Android 7.1.2, sendo dado mais um passo para a versão final, e, já hoje, foi lançada uma novidade, o futuro Android O, numa primeira versão developer preview. Esta nova versão era apenas esperada para o final do próximo mês, durante a conferência I/O, mas a Google resolveu abrir o jogo mais cedo e deu a conhecer a primeira versão do Android O.

É ainda uma developer preview, imprópria para uma utilização no dia-a-dia, mas que mostra já tudo o que esta nova versão do Android vai trazer.

Que novidades traz o Android O

As novidades são muitas e foram detalhadas pela Google. Começamos por uma das mais importantes, que é a limitação das apps em segundo plano. Com o menor consumo de recursos, a bateria acabará por durar mais.

Depois, temos os Canais de notificação, que agrupam as notificações em categorias. Para além de se agruparem por aplicação, têm agora associada uma categoria.

Android O

Mas a Google foi mais longe e criou algumas APIs novas. Falamos da API de preenchimento automático, que vai permitir às aplicações terem acesso a esta funcionalidade, podendo o utilizador definir qual a sua aplicação preferida para realizar esta tarefa.

Como referimos antes, o Android O vai finalmente trazer a possibilidade de termos PiP (Picture in Picture) aos smartphones e aos tablets. Isto garantirá a possibilidade de usarmos janelas flutuantes ao mesmo tempo que usamos as restantes aplicações.

A imagem do Android O está melhor e isso reflete-se nos ícones adaptativos. Estes vão mudar a sua forma consoante a necessidade da interface, tendo os programadores a possibilidade de dar uma imagem diferente às suas aplicações, dependo da plataforma onde correm.

Outro ponto forte do Android O é a conetividade. A Google melhorou este ponto em várias frentes, desde a utilização de novos codecs áudio para bluetooth de elevada qualidade, com o LDAC, ou a utilização do Wi-Fi Aware, que permitirá a comunicação entre dispositivos por Wi-Fi, sem que existam redes presentes.

Por fim, a Google melhorou a navegação no teclado. Tal como acontece já nos Chromebooks ou no Pixel C, o teclado do Android O vai ter a possibilidade de usar setas para navegação.

Quando chega o Android O?

Sendo esta a primeira versão de testes do Android O, existe a curiosidade de saber quando a versão final. Para já, e de acordo com a planificação da Google, a próxima versão chega em maio, provavelmente durante a I/O, passando nessa altura a versão beta.

Os testes vão continuar, com pelo menos mais versão de testes e espera-se que a versão final surja no terceiro trimestre, com a apresentação dos novos Pixel.

Está assim aberto caminho para a próxima versão do Android O. Não se esperava que a Google lançasse já esta versão, mas todos podem já ver o que está a ser preparado.

Via: Android Developers Blog

Fonte: pplware

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: