Mi 5c chegou e trouxe consigo o primeiro SoC Xiaomi

Era já certo que, durante o dia de hoje, ficássemos a conhecer o novo smartphone da Xiaomi. Mas depois de um ano de tantos lançamentos, muitos deles sem se entenderem muito bem dadas as pequenas diferenças de características com outros modelos, eis que é apresentado um modelo de verdadeiro interesse.

O Mi 5c dá início a uma nova era de smartphones Xiaomi com SoC próprio, o Surge S1.

Foi no decorrer deste mês de fevereiro que ficaram claras as intenções da Xiaomi em lançar um smartphone com SoC próprio, mas ainda muito pouco se sabia sobre ele. Era espectável que este fosse dedicado aos smartphones de entrada de gama, até porque os resultados de benchmark que surgiram a semana passada não foram muito surpreendentes.

Agora, a Xiaomi acabou com o segredo e deu a conhecer tudo sobre este novo SoC, tornando-se assim na quarta fabricante de smartphones a desenvolver os seus próprios SoCs.

 

Surge S1, 28 meses a ser criado

Tudo começou em outubro de 2014, momento em que a Xiaomi começou a trabalhar afincadamente na ideia de criar os seus próprios SoCs. Mais de 2 anos depois, em dezembro do ano passado, começaram finalmente a ser produzidos e hoje são apresentados dentro de um novo smartphone.

Surge S1 é um SoC octa-core a 64-bit que corre a uma frequência máxima de 2,2 GHz (4x A53 cores a 2,2GHz + 4xA53 cores a 1,4GHz). Quanto à parte gráfica, conta com uma GPU Mali-T860. Este claramente que não é um super SoC, tal como podemos perceber pelas especificações (imagem abaixo), mas a verdade é que também já não era isso que era esperado.

Pelos resultados de benchmark é percetível que se enquadra na gama de SoC como os MediaTek P20 e Snapdragon 625, que podemos encontrar em smartphones como o UMi Plus E ou o Huawei Nova, respectivamente, considerados de gama média.

 

Mi 5c: o primeiro smartphone com Surge S1

O Xiaomi Mi 5c vem assim equipado com o primeiro processador desenvolvido pela Xiaomi. Este é um smartphone que a marca descreve como ultra fino e muito leve, com apenas 7,09 mm de espessura e 132g, num corpo completamente construído em metal.

O ecrã é de 5,15″ com resolução FullHD (1080 x 1920 píxeis) e em que a Xioami destaca os até 2048 níveis de ajuste de brilho ultra precisos, um ajuste possível graças ao Surge S1.

Vem com 3 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno. A bateria, talvez pelo seu fino corpo, é apenas de 2860 mAh. Como também não se conhece o desempenho do Surge S1, ficamos com a dúvida de como se irá comportar em termos de autonomia, mas a Xiaomi garante um dia inteiro de utilização. Suporta carregamento rápido através da ligação USB Tipo-C e é expectável que seja compatível com as mais populares frequências LTE por todo o mundo, incluindo a banda 20.

Quanto às câmaras, o Mi 5c conta com uma câmara frontal de 8 MP e uma traseira de 12 MP, f/2.2, com flash LED.

 

Preço e disponibilidade

Segundo a Xiaomi, o Mi 5c estará disponível na China a partir de dia 3 de março, com a interface de utilizador MIUI já conhecida, nas cores Rosa Dourado, Preto e Dourado, pelo preço de 1,499 RMB, qualquer coisa como 205€, à taxa de câmbio actual. Se tiver interesse em ser notificado da sua disponibilidade para compra, pode subscrever aqui.

Fonte: pplware
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: