Congressista quer investigar o telefone que Trump ainda usa

Donald TrumpAs ações de Donald Trump e as suas decisões têm mostrado um cenário que a maioria já sabia ser possível e que, infelizmente, já era até esperado. A sua atitude de ignorar as convenções e as regras mais básicas levaram a que decidisse manter o seu velho smartphone Android. Esta decisão pode agora vir a ser investigada, de acordo com a vontade de um congressista. O congressista Democrata Ted Lieu, que representa o estado da Califórnia, lançou ontem o repto e quer ver algumas das decisões de Donald Trump, relativas à sua cibersegurança investigadas.

Em concreto, a mais polémica destas investigações deverá incidir na decisão do atual presidente norte americano em manter no ativo o seu velho e desprotegido smartphone, deixando de lado o equipamento oficial que lhe foi designado. Ted Lieu quer saber se o presidente tem usado ativamente o seu velho smartphone e em que situações é que o terá feito, para assim determinarem se podem ter existido situações de quebra de segurança.

“Cybersecurity experts universally agree that an ordinary Android smartphone, which the President is reportedly using despite repeated warnings from the Secret Service, can be easily hacked.”

“This behavior is more than bad operational security—it is an egregious affront to national security.”

Este smartphone é um Samsung Galaxy S3, já com alguns anos de utilização e que deixou há bastante tempo de ser atualizado e suportado pela marca sul-coreana. Com todas as possíveis falhas de segurança que devem estar presentes, este equipamento pode facilmente ser usado para espiar o presidente e roubar informações vitais.

Donald Trump

Para além da investigação ao smartphone do presidente, Ted Lieu quer ainda que seja investigada a utilização de serviços de correio eletrónico sem segurança por parte do staff do presidente.

Esta questão dos serviços de email próprios e sem os padrões de segurança necessários foi um dos argumentos mais usados na campanha eleitoral contra Hillary Clinton. Terão sido também emails roubados destes serviços que os hackers russos partilharam, como uma das medias para ajudar na vitória de Donald Trump.

Para além de Ted Lieu, 14 outros congressista assinaram este pedido de investigação. A ideia deste grupo é que seja avaliado o desrespeito do presidente Donald Trump em relação às medidas de cibersegurança e que assim colocam os Estados Unidos da América em perigo e exposto a roubo de informação sensível.

Fonte: pplware
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: