Administração Obama afirma que Putin terá ordenado ciberataque

PutinAs eleições norte-americanas, mesmo depois de decididas nas urnas, estão a ser palco de guerras e de acusações por parte dos vencedores e dos vencidos. A Administração Obama afirma agora ter provas de que foi Vladimir Putin a orquestrar os ataques que vieram a ser fundamentais para a vitória de Donald Trump. Os ataques realizados durante a campanha eleitoral norte-americana, e que resultaram na publicação de vários e-mails e outros documentos de Hillary Clinton, foram obra de hackers russos, que agiram sob as ordens directas do presidente da Rússia Vladimir Putin.

Esta convicção é grande e foi transmitida pelo porta-voz da Casa Branca durante uma conferência de imprensa que teve lugar ontem.

 

A responsabilidade de Putin nos ataques

Esta ideia resulta de um relatório de Outubro, em que as forças de segurança americanas avaliaram a origem dos ataques para perceber que países estiveram envolvidos. As conclusões apontaram apenas para os russos, com o pormenor de que terá sido autorizado e coordenado por um elemento de topo da administração russa, provavelmente o próprio Vladimir Putin.

O resultado destes ataques resultou no roubo de centenas de documentos e e-mails a pessoas do gabinete de Hillary Clinton e do Comité Nacional Republicano e que foram dados a conhecer em momentos chave da campanha eleitoral. A intenção destes actos era clara e pretendia dar força e apoiar a campanha de Donald Trump.

Putin Obama

Os serviços de inteligência norte-americanos têm também informações que o Comité Nacional Democrata terá também sido alvo de ataques bem sucedidos, mas os dados roubados nunca foram dados a conhecer.

O conhecimento que Trump teria destes ataques

A Casa Branca e a Administração Obama têm um grau de certeza elevado de que o próprio Donald Trump teria tido conhecimento destes ataques ao partido Republicano, tendo por isso preparado toda a sua campanha para poder tirar partido destes momentos chaves que iam sendo proporcionados pela fuga de informação.

 

A resposta de Donald Trump a estas acusações

Assim que estas acusações foram feitas por Josh Earnest, o secretário de imprensa da Casa Branca, Donald Trump apressou-se a responder. Num simples tweet, ferramenta que tanto gosta de usar para fazer declarações públicas, defendeu-se deixado apenas duas perguntas. Na primeira questiona a demora na tomada de acções sobre este caso e, na segunda, pergunta porque apenas agora, depois de Hillary Clinton ter perdido, é que estas suspeitas surgem.

 

A Administração Obama já prometeu que irá reagir a estes ataques e que quem os realizou irá sofrer as consequências.

Mesmo depois de eleito o 43º Presidente dos Estados Unidos da América, este é um tema que deverá ainda demorar muito tempo a ser resolvido, provavelmente depois da tomada de posse, que decorre já no próximo dia 21 de Janeiro.

via: Associated Press

Fonte: pplware

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: