PCMark para Android surge com 2 novos testes e outras novidades

pcmark-androidOs testes de benchmark são sempre uma boa base para a avaliar e comparar o desempenho de smartphones, tablets ou computadores, mesmo que esse termo de comparação acabe por ser um pouco subjectivo. Agora a Futuremark lança uma nova actualização ao PCMark para Android que inclui dois novos testes de benchmark com base nas actividade reais de qualquer utilizador, permitindo ainda comparar de forma mais simples o desempenho dos equipamentos nas diferentes versões do Android. Mas há mais novidades.

Para conhecer o desempenho de um smartphone ou de um tablet não se pode olhar apenas para o processador que o integra. Um equipamento destes tem muitos outros factores que vão influenciar a forma como determinadas tarefas vão ser desempenhadas.

A partir deste raciocínio, a app PCMark para Android compromete-se a fazer uma avaliação do smartphone baseada naquilo que são as actividades diárias dos utilizadores destes equipamentos, acabando assim as pontuações de desempenho e de autonomia por reflectir melhor aquilo que é a realidade.

 

Work 2.0 – Teste de desempenho e de autonomia

Este novo teste baseia-se nas tarefas comuns do dia-a-dia, como navegar na Internet, editar vídeos, trabalho com documentos ou edição de fotos. O Work 2.0 acaba por ser uma versão melhorada do benchmark Work original.

Ele actualiza a navegação na Web, escrita, edição de fotografias e adiciona dois novos testes para edição de vídeo e manipulação de dados e oferece resultados para o desempenho e para o tempo de vida da bateria.

Este Work 2.0 está disponível para as versões mais recentes do Android e os testes não são comparáveis com os resultados do benchmark Work original (que ainda se encontra disponível para as versões mais antigas).

 

Computer Vision

Este teste de benchmark qualifica o desempenho do dispositivo para uma variedade de tarefas de reconhecimento de imagem através de algumas bibliotecas de código aberto mais populares.

pcmark-android-computer-vision

A TensorFlow é uma biblioteca de código aberto desenvolvida pela Google. O teste utiliza uma rede neural pré-treinada para reconhecer objectos diferentes num conjunto de imagens. A ZXing, vulgarmente conhecida como Zebra Crossing, é uma biblioteca de processamento de imagem de código de barras multi-formato. O teste usa XZing para ler um conjunto de códigos de barras e códigos QR.

Já a Tesseract é uma biblioteca de reconhecimento óptico de caracteres de código aberto. O teste reconhece e extrai texto em inglês a partir de um conjunto de imagens.

 

Comparação de desempenho entre diferentes versões do Android

É certo que as diferentes versões dos sistemas operativos alteram o desempenho de um equipamento, para o bem ou para o mal, dependendo muito do hardware e da optimização de software de cada um dos equipamentos.

pcmark-android-compare-os-versions

Com esta nova versão do PCMark para Android passa a ser possível perceber, com base nas tarefas desempenhadas no dia-a-dia, qual será o impacto de uma actualização. Em algumas versões até pode melhorar de forma significativa e valer a pena fazer a actualização, mesmo que noutras até possa haver uma perda de desempenho.

PCMark para Android

Quantos marks consegue o seu smartphone?

Fonte: pplware

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: