É oficial: Samsung acaba com as vendas do Note7

samsung-galaxy-note7-analise_00Estávamos no início de Setembro e o Galaxy Note7 começava a chegar às mãos dos clientes. O Note7 aprumava-se como o melhor equipamento alguma vez lançado no mercado dos smartphones ofuscando totalmente o lançamento do iPhone 7 e iPhone 7 Plus. Contudo, começaram a dar problemas graves: vários equipamentos explodiram e, às portas do anúncio da empresa de Cupertino, a Samsung dá um presente nunca imaginado à Apple. O caso tornou-se caótico com os novos equipamentos também a dar problemas. Agora a empresa resolve retirar por completo o equipamento do mercado.

Num anúncio oficial, na sua página da web, a empresa sul-coreana vem agora solicitar a todos os seus parceiros no mundo que parem de vender e trocar o Galaxy Note7, enquanto as investigações estão em curso. Esta decisão surge na sequência de notícias que davam conta que operadores norte-americanos estariam já suspender a venda do equipamento e a sugerir aos seus clientes que trocassem por um outro qualquer.

A Samsung refere que está a trabalhar com os órgão reguladores para investigar os recentes incidentes que envolvem o Galaxy Note7.

samsung-galaxy-note7-analise_01

 

Qual será o impacto desta medida?

O primeiro grande impacto nas cotas da empresa deu-se aquando da decisão de recolher milhões de equipamentos que custou, segundo analistas, mais de mil milhões de dólares à empresa. Agora, com o anúncio suspensão das vendas do Galaxy Note7 (e quem sabe, fim da sua produção de forma permanente), esta decisão pode levar a empresa a perder 17 mil milhões de dólares, cerca de 15,3 mil milhões de euros.

Analistas citados pela agência Reuters chegaram ao valor de 17 mil milhões de dólares com base na não venda dos 19 milhões de unidades do Note7, que a Samsung inicialmente tinha expectativa de vender durante o tempo de vida do seu topo de gama.

 

Um cenário mau que pode ainda ser pior!

Pode piorar porque, a somar às perdas das não vendas, há ainda um valor de 5 mil milhões de dólares que será o custo da recolha de todos os equipamentos já vendidos, contanto com o primeiro recall e com o que será necessário fazer de agora em diante.

A Samsung enfrenta igualmente um custo de vários milhões de dólares no caso da empresa ter de “desmantelar em segurança” 4 milhões de unidades do Note7.

 

Ondas de impacto na Samsung

Enquanto a Samsung como um todo é, em última análise, suficientemente grande para absorver os custos do fiasco Note7, alguns analistas afirmam que a empresa sul-coreana pode ter que cortar estimativas de lucro da divisão móvel do quarto trimestre, cortes em cerca de 85%.

Tudo isto fez com que o valor de mercado da Samsung tenha derrapado 18,8 mil milhões de dólares (estando a cair 8,04% – a maior perda em oito anos.) esta terça-feira, mas a queda poderá ser ainda maior depois deste anúncio.

Fonte: pplware

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: